Sites Grátis no Comunidades.net
Translate this Page
  • Currently 3.31/5

Rating: 3.3/5 (2463 votos)




ONLINE
1







TNE: COTAÇÕES DO AGRONÉGOCIO 

TNE: COTAÇÃO DO DOLAR

TNE-Taru Noticias Entretenimento Seu Jornal Eletrônico

Promova sua página também

 

 

 

                                                       

 

 


TNE: MANCHETE AGORA NEWS TARUMIRIM-MG

AUDIÊNCIA:contador grátis

 As crianças de Tarumirim-MG serão  vacinadas contra poliomielite na campanha nacional que acontece de 15 a 31 de agosto de 2015.Todos pais deve informar nos postos de saúde a data que acontecerá a vacinação na cidade e levar seu filhos de 6 meses a 5 anos incompletos.Pois a saúde de seus filhos depende de vocês   

Campanha de vacinação contra póliomielite quer vacinar 12 milhões de crianças Número corresponde a 95% do público-alvo. Campanha do Ministério da Saúde vai de 15 a 31 de agosto.

 

 

O Ministério da Saúde lançou nesta terça-feira (11) a campanha de vacinação contra a poliomielite, que começa neste sábado (15) e vai até o dia 31. Até o fim de agosto, a meta é imunizar 12 milhões de crianças com idade entre 6 meses e 5 anos incompletos.O número corresponde a 95% da população brasileira nessa faixa etária, que é de 12,7 milhões. No total, o ministério deve distribuir 16 milhões de doses da vacina, aplicada com gotinhas na boca das crianças. “Nós não podemos pensar na erradicação total da poliomielite no planeta. Vamos atingir isso em algum momento, mas por enquanto, não podemos permitir a reintrodução da doença no país”, declarou o ministro Arthur Chioro.

 

    A Campanha Nacional de Vacinação contra a poliomielite acontece no período de 15 a 31 de agosto. Todas as crianças de seis meses de idade até quatro anos, 11 meses e 29 dias devem ser vacinadas. O objetivo é imunizar 95% das crianças na faixa etária da campanha, mantendo o país livre da doença. A vacina é gratuita e é disponibilizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em todas as Unidades Básicas de Saúde do estado.

     A coordenadora de Imunização da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), Tânia Brant, explica que desde 1989 o Brasil não registra nenhum caso de poliomielite. No entanto, outras regiões do mundo ainda convivem com o vírus e, por isso, a vacinação é fundamental. “Mesmo que o Brasil não tenha mais casos da doença, outros países ainda convivem com a poliomielite, principalmente na África e na Ásia. Por causa do fluxo de turistas é fundamental vacinar todas as crianças brasileiras”, afirma. No Brasil, existem 12.716.756 crianças na faixa etária a ser vacinada, enquanto Minas Gerais possui 1.161.989.

      A vacina que oferece proteção contra a poliomielite é segura e eficaz, não havendo contraindicações à vacinação. Apenas as crianças portadoras de infecções agudas, com febre acima de 38ºC, com hipersensibilidade a algum componente da vacina ou que estejam em contato com pessoa imunodeprimida devem evitar a vacinação. Para mobilizar pais, familiares e responsáveis a levarem as crianças para receber a vacina, a SES-MG contará com um contingente de cerca de 5 mil postos de saúde fixos e volantes. Com a hashtag #VacinaPólio, a campanha de vacinação contra a doença será divulgada nas redes sociais.Além disso, foi criado um site (www.saude.mg.gov.br/vacinacao) em que o cidadão pode consultar informações sobre a vacina e a doença.

     Neste ano, o Dia D de Vacinação poderá ser realizado em duas datas, no dia 15 ou 22 de agosto. Como no dia 15 é comemorado feriado religioso em algumas localidades, fica a critério de cada município a escolha entre as duas datas. Em Belo Horizonte, o Dia D de Vacinação será realizado no dia 15 de agosto, com uma série de apresentações culturais voltadas para o público infantil na Praça JK. Poliomielite Também chamada de “paralisia infantil”, a poliomielite é uma doença contagiosa grave que atinge, principalmente, crianças de até cinco anos. A doença pode causar flacidez muscular nos membros inferiores, provocando paralisia. Nas formas não paralíticas, os sintomas mais comuns são febre, mal estar, dor de cabeça, de garganta e no corpo, vômitos, diarreia, constipação, espasmos, rigidez na nuca e meningite. A poliomielite pode ser transmitida por secreções expelidas pela boca de pessoas infectadas, ao falar ou tossir. A infecção também pode ocorrer através do contato com fezes de indivíduos infectados, por isso a transmissão é facilitada em locais com falta de saneamento e higiene. “A única maneira de se prevenir da doença e impedir que o vírus volte a circular no Brasil é vacinando todas as crianças”, explica Tânia Brant. Na maioria dos casos, a criança não vai a óbito quando infectada, mas adquire sérias lesões que afetam o sistema nervoso, provocando paralisia permanente ou transitória, principalmente nos membros inferiores. A deficiência motora instala-se subitamente e a evolução desta manifestação, frequentemente, não ultrapassa três dias.

Site TNE também se preocupa com a  saúde de nossas crianças.

FONTE:Defato